Elevador do prédio sempre avariado: saiba como resolver!
Como Reduzir Custos no Condomínio
Como reduzir custos no condomínio? Anote estas 6 dicas!
Abril 26, 2017
Condomínio
Condomínio e obras no prédio: 4 dicas para evitar problemas!
Maio 16, 2017
Mostrar tudo

Elevador do prédio sempre avariado: saiba como resolver!

Elevador

O elevador do prédio é uma das partes comuns mais importantes e que requer mais atenção. Se este não tiver uma manutenção regular pode pôr em causa a segurança dos condóminos. No entanto, a manutenção do elevador do prédio nem sempre é feita como devia e, por vezes, pode ser sinal de uma má gestão do condomínio. A consequência imediata é um elevador constantemente avariado.

Existem inúmeras queixas de situações como a que descrevemos. Um elevador constantemente avariado causa perturbações na vivência do dia-a-dia dos condóminos e quantos mais andares tiver o edifício, pior. Quantos mais idosos viverem no prédio, mais penosa é a situação. Já para nem falar no drama que é se existir algum morador numa situação mais incapacitante ou com uma deficiência física.

A questão que se coloca é: o que fazer quando o elevador do prédio está constantemente avariado? Neste artigo, vamos dar-lhe algumas dicas dos diferentes caminhos que pode seguir.

 

# Exija a manutenção do elevador, obrigatória por lei

A manutenção do elevador do prédio é obrigatória por lei. Esta deve ficar a cargo do administrador do condomínio ou da empresa de administração, que deve ser informada pela empresa responsável pela manutenção do elevador do prédio quando for precisa alguma reparação.

Se o administrador do condomínio não toma nenhuma ação para arranjar o elevador, pode estar a fazer uma má gestão. Se é uma empresa que administra o condomínio, pode estar a fazer um mau serviço. Seja qual for a situação, o elevador deve ser encerrado e o caso reportado ao proprietário do edifício e à câmara municipal. Este é um caminho de rutura, pelo que deve considerar como opção, saber que o pode seguir. Contudo não aconselhamos a que seja o seu primeiro passo.

 

# Diálogo direto para tentar resolver

Antes de passar para uma posição mais “marcada”, fale primeiro com outros condóminos sobre o estado do elevador do prédio. Junte um grupo de moradores que esteja disposto a tomar uma posição junto do administrador do condomínio para ver esta situação resolvida.

Pode também entrar em contacto com a empresa que faz a manutenção do elevador do prédio. Tente perceber que avarias é que ele tem e o que será necessário para o reparar.

 

# Discuta o problema na Assembleia de Condóminos

Depois do diálogo e já com todas as informações na sua posse, discuta o assunto numa Assembleia de Condóminos, com votação de uma deliberação e registo de tudo em ata. Exponha todos os danos que a avaria prolongada do elevador do prédio tem causado aos vários moradores. Leve também consigo o livro de registo das manutenções do elevador do prédio. Lembre-se que pode pedir estes documentos ao administrador do condomínio, uma vez que estes documentos pertencem a todos os condóminos.

Mais do que sensibilizar os restantes condóminos para a falta de segurança de ter o elevador do prédio avariado bem como os transtornos que causa, deve procurar uma solução para resolver rapidamente a situação.

 

# Use o Fundo Comum de Reserva para reparar o elevador

Todos os condomínios devem possuir um Fundo Comum de Reserva para usar em casos de emergência. 10% das quotas pagas pelos condóminos devem ser depositadas neste fundo para resolver problemas do condomínio, quando o dinheiro das quotas não é suficiente. Por isso, pode destacar na Assembleia de Condóminos que o Fundo Comum de Reservas serve exatamente para estas situações e, neste caso, pode ser usado para arranjar o elevador do prédio.

 

# Reparação paga pelos moradores, como custo adicional

Se na Assembleia de Condóminos descobrir que o Fundo Comum de Reservas não é suficiente para pagar a reparação do elevador do prédio, deve propor uma solução mais complicada mas que pode ser viável. Pedir aos restantes condóminos que assumam a reparação do elevador, como um custo adicional, para além das quotas que pagam.

Como acontece com outros serviços de manutenção, este custo adicional pode ser distribuído em proporção com a área ocupada por cada fração ou, caso todos assim o decidam, pode ser dividido equitativamente por todos os condóminos.

 

# Medida extrema para um problema irresolúvel

Se mesmo assim, a situação não se resolver, os condóminos podem apresentar uma reclamação junto da Câmara Municipal, como já foi referido; junto da Direção-Geral de Energia e Geologia; e junto da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE).

 

Ter o elevador do prédio constantemente avariado pode trazer vários constrangimentos e pode também colocar em perigo os condóminos. O nosso papel é ajudá-lo a resolver todas estas questões sobre a gestão do seu condomínio. Se necessitar de informações mais detalhadas sobre este tópico, entre em contacto connosco.

No nosso blog, escrevemos artigos sobre vários assuntos relacionados com administração e gestão de condomínio e problemas do dia-a-dia num prédio. Por isso, subscreva o nosso blog para um acesso mais rápido a todas as informações que procura.

 

 


 

Subscreva o nosso blog!

 

 

 

Ajude-nos a divulgar o nosso Blog! Partilhe este Artigo!

Deixe aqui o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.